Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Fevereiro 27 2010

 

Madalena

Minha querida Madrinha da Escrita.

À minha ideia vêm tantos momentos que passámos juntas. Na tua casa, na minha 

casa momentos de leitura, de conversa, em que eu aprendi contigo a entender melhor, 

a apreciar mais, tantos talentos da nossa Literatura.

Esquecer-te é impossível. És um marco vivo nesta fase da minha vida.

Até breve, Madalena.

Jenny

publicado por milualves às 16:52

Fevereiro 25 2010

De vez em quando

Descobrimos que as coisas nos descobrem

E que as descobertas

Cabem no punho fechado dos meninos

Acabados de parir.

 

De quando em vez

Descobrimos que a vida tem sabores

Iguaizinhos aos dos gelados

Da nossa infância

Acabada de revisitar

 

Porque todos os dias

Há pássaros de asas invisíveis

Que vêm contemplar-nos o sono

E adormecem nas esquinas

De um pesadelo que não chega a nascer.

 

 

 

publicado por Maria João Brito de Sousa às 10:00
editado por mariaivonevairinho em 01/03/2010 às 17:48

Fevereiro 24 2010

Brasil, tem prosa tem verso e poesia

Tem grandeza e alegria, é bem-estar.
É o sol que brilha é cheiro a maresia,
É água de coco fresca, á beira-mar.
 
E o Cristo Redentor nos extasia,
De beleza tamanha, é super star!
Num abraço tem toda a primazia,
De todo um povo poder abraçar.
 
Tem samba, candomblé, tem pai de santo,
Tem “mãinha” e tem, rainha do mar.
Tem um povo que samba sem parar;
 
Tem cuica tem pandeiro, tem quebranto,
E tem de tudo que é bom sim senhor!
Muita alegria, muita paz e amor!
 
Cecília Rodrigues
Poema participativo no boletim em “Confrades da Poesia”
publicado por Cecilia Rodrigues às 00:42
editado por mariaivonevairinho em 01/03/2010 às 17:49

Fevereiro 24 2010

 

 
Andarilho nas ruas luzidias
Leva sonhos, leva alma em seus passos
Risca os céus num olhar cor de perfídias
Disfarça de venturas dias baços
 
São esboços criados em sua mente
São pincéis inventados nos amassos
Sobre o risco da tela gentilmente
São contornados todos os seus fracassos
 
Anda livre contra á sua própria sorte,
Onde está o seu dia de ventura?
Onde está o seu guia, onde é seu norte?
 
Procurando vai seguindo a amargura
Nem a tela que inventou é suporte,
Nem amor que lhe corte tal agrura!
 
Cecília Rodrigues
Poema participativo no boletim , em “Confrades da Poesia”
publicado por Cecilia Rodrigues às 00:39
editado por mariaivonevairinho em 01/03/2010 às 17:49

Fevereiro 22 2010

Imagem tirada da net

 

A Vigarista

 

A vigarice tem olhos de lince

Sorriso de hiena enleios de cobra

doçura na voz em curvas que fazem

serpentes lianas em fera veloz

 

venenos internos cogitam macabros

nos dentes astutos manobras manhosas

intensos palpites de anseios mordazes

matam e paralisam quais ervas tinhosas

 

meditam enxofre dos cornos vadios

exalam bedum caprino da pele

são demos da terra da cor do verdum

explorando o suor só pago com guerra

 

dão insegurança, insónias e dúvidas

em caminho de pedras e movediças areias

incautos segurem no peito uma bússola

pois a vigarista canta de sereia!

 

Mavilde Lobo Costa

20/02/2010

 

 

 

publicado por carmemzita às 19:17
editado por mariaivonevairinho em 01/03/2010 às 17:50

Fevereiro 22 2010

 

Quando é Primavera,
Há perfume no ar
Cheirinho a mimosas
Na estrada ao passar.
Têm o viço agreste
Têm oiro do sol,
E um brilho campestre
Sob o Arrebol.
Asseados caminhos,
Há pétalas no ar…
Casais aos beijinhos
Vêm se completar.
Porque é Primavera
Tudo vai florir,
Até a velha hera
Aprendeu a sorrir.
Sorriem, sementes,
Da terra pró céu,
Geminam dolentes
Seus frutos ao léu.
Porque é Primavera
Chilreiam seus cantos,
Aves na janela,
Despertam sem mantos
As vozes da viela.
De olhos sorridentes
Todos querem saudar,
Felizes, contentes,
Esta Primavera
Que está pra chegar!
 
Cecília Rodrigues

Poema participativo no boletim em "Confrades da Poesia"

publicado por Cecilia Rodrigues às 10:47
editado por mariaivonevairinho em 01/03/2010 às 17:50

Fevereiro 17 2010

 

(Poema tendo por fundo um verso de Antero de Quental)

 

 

Lá longe, onde se encontra a Primavera,
Das flores de quem não teve nem aroma,
Lá onde ter o Sol não é quimera
Ao dar calor a todos quando assoma,

 


Lá longe, nos confins da minha espera,
Onde se falará no mesmo idioma,
Será o homem anjo em vez de fera
E como um seu igual o outro toma

 


Lá longe... à distância de Infinito,
Terá lugar o sonho em que medito,
Lá onde pára o tempo e não há hora...

 


Será então feliz a humanidade;
Num espaço que imagino sem idade,
"No céu, se existe um céu para quem chora."  (*)

 


(*) verso de Antero de Quental

 

 

Joaquim Sustelo

publicado por tardesdeoutono às 17:13

Fevereiro 12 2010

 

Escuto um silêncio passar
E eu no alpendre da vida,
Revolvo o meu recordar,
Nesta meta sem saída,
Em noite vasta de luar;
E uma Esperança acrescida,
Renasce na madrugada...
Numa ramagem espargida,
De uma noite enluarada.

 

É a manhã que nos convida,
A dar mais uma passada.
É uma lágrima solvida...
Num sorriso transformada,
Inerente e esculpida...
Nesta face já esgotada:
De ser, de ver e de ler...
Tanta dor, tanta ferida.

 

Todas horas vou cantando,
Numa palavra sentida,
Neste diário bordando.
__São bordados de papel,
Pl'o Mundo deambulando,
Distribuidos a granel,
Sobretudo e mesmo quando,
Velejarem num batel
Em outras marés remando.
Sejam Esperança, sejam mel...
Nos corações lactejando.

 

Cecília Rodrigues

publicado por Cecilia Rodrigues às 23:58
editado por mariaivonevairinho em 01/03/2010 às 17:51

Fevereiro 11 2010

1

No sec. III depois de Jesus Cristo

Soldados romanos, somente os solteiros

S. Valentim revoltado com tudo isto

Em incauto segredo casava os guerreiros.

2

Dia de S. Valentim tem raiz pagã

Sua fama deriva do grande deus Pã.

O santo casava o secreto amor

O Fauno, ou deus Pã, o procriador.

3

Juno, deusa protectora dos casamentos

Era celebrada a 14 de Fevereiro

Valentim louvando tais procedimentos

Tornou-se também um casamenteiro.

4

Lupercalia, celebração grega pagã

Mais tarde apadrinhada por S. Valentim

Mas mas sempre lembrando à alma cristã

que procriação só depois do sim.

5

S. Valentim dos cristãos

seguiu Juno dos pagãos

e aos amores contrariados

deu a bênção  dos casados.


 

Liliana Josué

publicado por cantaresdoespirito às 21:48

Fevereiro 11 2010
Para todos os meus amigos com desejos dum feliz dia de São Valentim
aqui deixo este simples mas apropriado poema declamado  para o
DIA DOS NAMORADOS
que poderão ver e ouvir em poema da semana ou aqui neste link:
 
http://www.euclidescavaco.com/Poemas_Ilustrados/Dia_dos_Namorados/index.htm
 
Euclides Cavaco
cavaco@sympatico.ca
 
Amanhã Sexta Feira dia 12 às 22:00 horas TMG (hora de Lisboa)
Sintonize o programa FADO E POESIA com Euclides Cavaco
com um clique aqui na Rádio Ondas Musicais: www.ondasmusicais.com
 
Venha tomar comigo um cálice de poesia...
Entre por aqui na minha sala de visitas:
www.ecosdapoesia.com
 
publicado por appoetas às 18:31

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
15
16
18
19
20

21
23
26

28


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO